Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ativos brasileiros acompanham Wall Street durante feriado; Copel sobe e Vale cai

20/11/2019 - 20:47
Os ativos da Vale recuaram 1,75% nesta quarta-feira em Nova York (REUTERS/Washington Alves)

As ações brasileiras tiveram variações em linha com os mercados internacionais nesta quarta-feira (20), dia em que a B3 (B3SA3) esteve fechada por conta do feriado da Consciência Negra.

O índice Dow Jones Brazil Titans caiu 0,23%, a 22.314 pontos. Já o ETF (Exchange Traded Funds), fundo negociado em bolsa, MSCI Brazil (EWZ) recuou 0,1%, a US$ 41,96.

Os ativos em destaque de alta foram: Copel (ELP) 2,15%, a US$ 14,25; Sabesp (SBS) 1,97%, a US$ 12,44; Cosan Ltd (CZZ) 1,48%, US$ 17,18 ; Bradesco (BBDO) 0,95%, a US$ 7,40; Petrobras (PBR) 0,13%, a US$ 14,17.

Em baixa, os ativos da Vale (VALE) recuaram 1,75%, a US$ 11,26; Suzano (SUZ) -1,56%, a US$ 8,85; Gol (GOL) -1,05%, a US$ 16,03.

Wall Street
O índice industrial Dow Jones caiu 0,41%, para 27.820,41 (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

Wall Street

Os principais índices de Wall Street fecharam em baixa nesta quarta-feira (20), em meio à possibilidade da “fase um” do acordo comercial entre Washington e Pequim não ser concluída neste ano.

O índice industrial Dow Jones caiu 0,41%, para 27.820,41, o S&P 500 recuou 0,38%, para 3.108,4 pontos, e o Nasdaq caiu 0,51%, para 8.526,73.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trumpdisse nesta quarta-feira que os EUA continuam conversando com a China, mas não deu mais detalhes, conforme os dois lados tentaram fechar um acordo comercial de fase um antes de iminentes tarifas norte-americanas no próximo mês.

“Nós continuamos conversando com a China. A China quer fazer um acordo. A questão é: eu quero fazer um acordo? Porque gosto do que está acontecendo agora”, disse Trump a repórteres na Casa Branca.

Federal Resserve
O mercado também avaliou a ata da última reunião do Federal Reserve (Imagem: REUTERS/Chris Wattie/File Photo)

Ata do Fed

Um Federal Reserve crescentemente dividido que decidiu dar uma pausa em seu ciclo de afrouxamento monetário após cortar a taxa de juros em outubro deu poucas indicações sobre o que pode levar os formuladores de política a mudar de opinião sobre as perspectivas, mostrou a ata da última reunião divulgada nesta quarta-feira (20).

O texto sobre a última discussão sobre a política monetária dos EUA, em 29-30 de outubro, quando o Fed votou por 8 a 2 para reduzir a taxa de juros em 0,25 ponto percentual, também mostrou que as autoridades discutiram mais a possibilidade de estabelecer um mecanismo permanente de compromissadas após distúrbios recentes nos mercados de moeda de curto prazo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“A maioria dos participantes avaliou que a posição da política, após uma redução de 25 pontos básicos nesta reunião, seria bem calibrada para sustentar a perspectiva de crescimento moderado, um mercado de trabalho forte e inflação próxima à meta do comitê de 2%”, afirmou o Fed na ata.

Bolsa de Valores de Frankfurt mercados europa
Setores sensíveis a questões tarifárias, incluindo o automotivo, e ações de mineração caíram mais de 0,4% (Imagem: REUTERS/Staff)

Europa

Os índices acionários europeus tiveram seu pior dia em três semanas nesta quarta-feira, com preocupações crescentes de que as tensões entre Estados Unidos e China possam atrapalhar as negociações comerciais entre os dois países.

Setores sensíveis a questões tarifárias, incluindo o automotivo, e ações de mineração caíram mais de 0,4%.

Leia mais sobre: Mercados, MSCI Brazil, Wall Street

Última atualização por Gustavo Kahil - 20/11/2019 - 20:49