Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Associação dos Agentes Autônomos de Investimentos nega acusação de conluio entre XP e CVM

13/09/2019 - 16:58
XP Investimentos
“Jamais questionamos a índole nem a intenção perfeitamente alinhada com os interesses da classe que representamos”, diz texto da ABAAI (Imagem: Facebook)

Por Diego Eduardo Ramiro Lopes, agente autônomo desde 2008, sócio fundador da Miura Investimentos e presidente da ABAAI e Eduardo Franco de Siqueira, agente autônomo desde 2009, sócio fundador da Acqua Investimentos e vice-presidente da ABAAI

A Associação Brasileira de Agentes Autônomos de Investimentos (ABAAI) decidiu se manifestar oficialmente a respeito das insinuações de conluio entre a corretora XP Investimentos e a CVM a respeito da exclusividade de distribuição de valores mobiliários.

Primeiramente, creditamos 100% do mérito do crescimento do mercado de Agentes Autônomos à CVM e às corretoras que mais investiram na profissão, em especial, a XP Investimentos. Jamais questionamos a índole nem a intenção perfeitamente alinhada com os interesses da classe que representamos.

Entendemos que as opiniões pessoais devem ser respeitadas, mesmo que divergentes. No entanto, repudiamos veementemente difamações ou calúnias a respeito dos principais participantes de mercado e maiores responsáveis pelo resgate de credibilidade e profissionalismo dos AAIs.

A respeito da consulta pública realizada pela CVM, o resumo central das pautas da ABAAI gira em torno da manutenção da credibilidade e do aumento do valor de mercado dos agentes autônomos.

Com essa visão, ABAAI se posicionou pela permissão de entrada de sócios investidores nos escritórios de Agentes Autônomos e pelo fim da exigência de exclusividade de distribuição de valores mobiliários.

No entendimento da associação, diversos fundos de investimentos sondam a aquisição de escritórios de agentes autônomos pelo alto crescimento e pela capacidade de penetração de mercado. Atenta a esse tema, a CVM pediu sugestões sobre a melhor estrutura societária para o aporte de sócios investidores.

A ABAAI se pronunciou com muito entusiasmo a favor da entrada de sócios não AAI´s, pois aumentaria o poder de investimento nas operações, gerando melhorias de processos, mais profissionalismo e atendimento ainda melhor aos clientes. Desde o início da década, o mercado de distribuição independente de investimentos apresentou crescimento de 100% ao ano, ganhando relevância e atenção dos grandes bancos. Atualmente, escritórios independentes atendem milhares de clientes e concentram muitos bilhões de reais em ativos distribuídos, despertando interesse de outras instituições.

Os Agentes Autônomos passaram a sofrer ataques diversos dos concorrentes, com acusações de conflito de interesses e outras formas de difamação. Vale salientar que a XP Investimentos sempre apoiou e defendeu a profissão em diversas oportunidades, sendo recompensada pelo forte crescimento, aumento dos lucros e concentração de mercado.

A fatia de mercado desses profissionais continua crescendo de maneira acelerada e essas instituições mudaram a estratégia para “se não podemos vencê-los, nos uniremos a eles”. Dessa forma, diversos outros players de mercado passaram a surgir no mercado de agentes autônomos, aumentando o valor dos profissionais e oferecendo cada vez mais alternativas aos clientes para investirem melhor.

Sobre o tema de exclusividade, a ABAAI é a favor da liberação desta obrigatoriedade, mas entende que não foi o fator que gerou concentração de mercado dos AAIs, uma vez que até pouco tempo atrás, poucos players investiram no modelo B2B de desbancarização de investimentos. A XP representa cerca de 90% do mercado por mérito, pioneirismo e espírito empreendedor, uma vez que passou a investir em plataforma aberta desde 2009, antes mesmo do início da exigência da exclusividade.

Coincidência ou não, desde então os AAI´s deixaram de ser ligados a investimentos de alto risco e se aproximaram da profissão de Financial Advisor, que é uma das ocupações mais desejadas nos Estados Unidos. Não à toa, diversos profissionais de bancos estão deixando altas remunerações para migrar para modelo independente de atender clientes.

Agora, a CVM decidiu abrir uma consulta pública para atualizar a lei de regulamentação dos AAI´s, mostrando estar atenta e flexível aos avanços tecnológicos e mudanças de cenário do mercado de distribuição de investimentos. A ABAAI enxerga com ótima impressão essa consulta, mas preza muito pela cautela e diálogo para que o órgão regulador entenda exatamente o rumo e as necessidades da profissão.

No total, foram enviadas quase 50 propostas de melhoria da lei dos agentes autônomos e o ponto em comum de todas cerca a preservação da credibilidade que esses profissionais conquistaram com tanta resiliência. É inegável a evolução do nível dos AAI´s no mercado e qualquer mudança deve visar a preservação desse caminho.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 13/09/2019 - 16:58

Bolsonaro sanciona orçamento com fundo eleitoral de R$ 2 bilhões