Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

As 5 principais notícias do mercado internacional desta terça-feira

-

Por Investing.com – Confira as cinco principais notícias desta terça-feira, 22 de janeiro, sobre os mercados financeiros:

1 – Mercado futuro dos EUA aponta para abertura em baixa

O mercado futuro dos EUA apontava para uma abertura abrupta no início da semana de negociações, já que as preocupações com a desaceleração econômica da China deixaram os investidores mais pessimistas.

+ Veja aqui quais são as pequenas gigantes da Bolsa que podem te ajudar a transformar centavos em milhões

Às 08h20, o índice blue chip futuros do Dow caía 137 pontos, ou cerca de 0,55%, os futuros do S&P 500 recuavam 16 pontos, ou quase 0,6%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 indicava queda de 55 pontos ou cerca de 0,8%.

Wall Street estava fechada nesta segunda-feira devido ao feriado em homenagem ao reverendo Martin Luther King Jr.

Do outro lado do Atlântico, as ações europeias estavam em desvantagem, com a maioria das principais bolsas da região em território negativo, com os investidores acompanhando notícias sobre o Brexit.

Mais cedo, mercados asiáticos fecharam em território negativo, com as bolsas da China liderando as perdas.

11 ações que irão mandar bem nos resultados do 4º trimestre, segundo o BTG

2 – Temporada de ganhos do quarto trimestre entra em alta velocidade

Cerca de 60 empresas constituintes do S&P 500 deverão divulgar seus resultados financeiros nesta semana, incluindo sete constituintes do Dow, na que será a segunda grande semana da temporada de resultados do quarto trimestre.

Na terça-feira pela manhã Johnson e Johnson (NYSE:JNJ), Haliburton (NYSE:HAL),Travelers (NYSE:TRV), Stanley Black & Decker (NYSE:SWK), e Steel Dynamics (NASDAQ:STLD) apresentarão seus resultados.

Após o fechamento do pregão IBM (NYSE: IBM) junto com a TD Ameritrade (NASDAQ:AMTD) e a Capital One (NYSE:COF).

Leia mais: Lucro da IBM no Q4 em foco com dúvidas sobre sua estratégia de recuperação: Haris Anwar

3 – Cotação do petróleo em declínio

Em commodities, a cotação do petróleo caía mais de 1%, já que o pessimismo sobre o crescimento mundial gerou preocupações sobre a demanda bruta futura.

Contratos futuros do petróleo bruto West Texas Intermediate recuavam US$ 0,70, ou cerca de 1,3%, com o barril negociado a US$ 53,34.

Os contratos futuros de petróleo Brent estavam cotados a US$ 61,87 o barril, queda de US$ 0,87, ou cerca de 1,4%.

Dados semanais sobre o fornecimento de petróleo do American Petroleum Institute será adiado para quarta-feira, um dia depois do habitual, devido ao feriado de segunda-feira.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

4 – Dados sobre venda de imóveis usados

Na frente de dados, os relatórios econômicos serão limitados devido a paralisação do governo. Bens duráveis regularmente agendados não estarão disponíveis, mas haverá dados de vendas de casas já existentes a partir das 13h00.

As vendas de casas já existentes deverão ter caído 1.2% em relação ao mês passado, para 5.25 milhões de unidades, segundo estimativas.

Dados recentes vem desenhando uma imagem preocupante sobre o mercado imobiliário dos EUA, que está lutando com o aumento das taxas de hipoteca e inventário rigoroso.

índice dólar, que mede a força da moeda americana frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, estava pouco alterado perto de uma alta de três semanas de 96,00.

No mercado de títulos, os rendimentos do Tesouro dos EUA continuavam em queda, com a referência títulos com vencimento em 10 anos caindo para 2,75%, enquanto o rendimento dos. títulos do governo com vencimentos de2 anos foi de 2,59%.

5  – Fórum Econômico Mundial começa em Davos

Os investidores devem prestar atenção aos comentários de líderes políticos e empresariais que se reunirão em Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial (WEF).

Entre os participantes estão a chanceler alemã Angela Merkel, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, e o presidente de extrema-direita do Brasil, Jair Bolsonaro.

A chefe do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, e o príncipe William, da Grã-Bretanha, também estarão presentes.

No entanto, o fórum não terá a participação do presidente dos EUA, Donald Trump ou representantes de sua administração, devido da paralisação do governo americano.

A primeira-ministra britânica Theresa May e o presidente francês Emmanuel Macron também não estarão presentes.

– Com Reuters.

Leia mais sobre: Mercados, Wall Street
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você