Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Após acordo de leniência com AGU e CGU, Braskem tem alta de quase 2%

Investing.com Brasil - 28/05/2019 - 11:21
Braskem tem um acordo aprovado pelo conselho administrativo petroquímico , resultando em um adicional 410 milhões de reais. Após o acordo, a companhia teve alta nas ações.

Por Investing.com 

Depois de anunciar que fechou termos para um acordo de leniência com a Controladoria Geral da União (CGU) e a Advocacia Geral da União (AGU), as ações da Braskem (BRKM5) operam com valorização de 1,96% a R$ 42,11, na parte da manhã desta terça-feira na bolsa paulista.

Os termos do acordo já foi aprovado pelo conselho de administração da petroquímica, resultando em um desembolso adicional de 410 milhões de reais.

Continua depois da publicidade

Em fato relevante, a Braskem explicou que o acordo trata do mesmo acordo global firmado em dezembro de 2016 com o Ministério Público Federal (MPF), o Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos, a Securities and Exchange Commission (SEC) e a Procuradoria Geral da Suíça.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

No acordo de dezembro de 2016, a Braskem prometeu pagar quase um bilhão de dólares para encerrar investigações pelo seu envolvimento nas investigações da operação Lava Jato.

O desembolso adicional ocorrerá em função dos cálculos e parâmetros utilizados pela CGU/AGU. O valor será pago em duas parcelas, nos anos de 2024 e 2025, diz o documento.

A Braskem foi alvo de ação coletiva nos EUA alegando que a empresa fez declarações falsas ou deixou de divulgar pagamentos ilícitos. Em março de 2015, a Braskem foi citada em alegações de supostos pagamentos indevidos em contratos de matéria-prima com a Petrobras (PETR4).

Última atualização por Bruno Andrade - 28/05/2019 - 11:21