Últimas Notícias Comprar ou vender Finanças Pessoais Criptomoedas Economia Política

Empiricus Research

Apimec suspende analistas da Empiricus por email marketing; entenda

Gustavo Kahil - 07/11/2017 - 19:31

A Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais), entidade que regula os analistas de investimentos, divulgou hoje a suspensão de três analistas da Empiricus pelo prazo de 30 dias ao identificar que alguns email-s enviados a investidores com “garantia de retorno” não alertavam corretamente sobre os riscos envolvidos. Os três notificados foram Bruce Barbosa, Gabriel Casonato e Felipe Miranda.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

Segundo Eduardo Bocuzzi, relator do processo, e os membros do CSA (Conselho de Supervisão do Analista de Valores Mobiliários) Alexandre Gartner e Geraldo Soares Leite Filho, os materiais continham expressões como “garantias de retorno” com o objetivo de alcançar novos investidores.

“Os e-mails possuem clara indicação de garantia de retorno de investimentos, com base em resultados obtidos no passado, induzindo os potenciais clientes da Empiricus a interpretações equivocadas quanto aos resultados de seus futuros investimentos”, mostra a decisão aplicada pela Apimec (disponível abaixo).

Outro lado

Em sua defesa, a Empiricus alegou que a denúncia é contraditória pois reconhece que os e-mails enviados eram acompanhados de “Alerta” em destaque e fonte idêntica a utilizada no corpo do e-mail. A CSA alegou que o aviso não é suficiente para advertir os investidores e que ele foi feito de maneira genérica.

A empresa lembra também que os e-mails não são a atividade própria dos analistas e, portanto, não estariam sob a instrução da CVM ou do código de conduta da Apimec.

“Os e-mails marketing não possuem os requisitos caracterizadores de um relatório de análise, visto que não referiam a valores mobiliários específicos ou sobre emissores de valores mobiliários determinados e não possuíam conteúdo que pudesse influenciar investidores no processo de decisão futura”, argumenta a Empiricus. Contatada pelo Money Times, a Empiricus informou que pretende recorrer da decisão na Justiça comum, já que a Apimec não possui este instrumento.

Veja a decisão:

(Atualizado às 20h12 com o posicionamento da Empiricus)

Leia mais sobre: Empiricus Research, Empresas
 

Últimas Notícias