Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Energisa: ações sobem após Aneel aprovar reajuste de 1,30% nas tarifas Sul-Sudeste

Investing.com Brasil - 10/07/2019 - 12:07
Aneel aprova reajuste tarifário médio da empresa Energisa (Imagem: Beth Santos/Secretaria-Geral da PR)

Por Investing.com 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na última terça-feira (9) o reajuste tarifário médio da Energisa (ENGI4) Sul-Sudeste no total de 1,30%, sendo 0,16% para baixa tensão e 4,10% para alta e média tensão. O reajuste será aplicado a partir do dia 12 de julho.

Com isso, as ações da companhia operam com valorização de 2,17% a R$ 48,12.

A Energisa destaca que o processo de reajuste tarifário anual consiste no aos consumidores dos custos não gerenciáveis da concessão (Parcela A) e na atualização dos custos gerenciáveis (Parcela B) pela variação do IPCA menos o Fator X, que repassa aos consumidores os ganhos de produtividade anuais da concessionária.

A variação nos custos da Parcela A foi de -3,28%, totalizando R$ 1,24 bilhão, impactada principalmente pela redução de 18,52% nos encargos setoriais em função do encerramento do pagamento da CDE Energia gerada pelas despesas extraordinárias incorridas em 2013, que foram custeadas pelo Tesouro Nacional; e da antecipação para setembro/2019 da quitação dos empréstimos realizados pela Conta ACR nos anos de 2014 e 2015. O preço médio de repasse dos contratos de compra de energia (PMix) foi definido em R$ 186,46/MWh.

A variação da Parcela B foi de 1,45%, totalizando R$ 400 milhões, reflexo da inflação acumulada (IPCA) desde o último reajuste, de 3,37%, deduzida do Fator X, de 1,51%

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 10/07/2019 - 12:11