Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

André Zara: Como investir no futuro do seu filho?

Opinião - 09/10/2019 - 14:23
“Eu digo e sempre repito: não é sobre o dinheiro, mas sobre como você pode usar a grana para atingir os seus sonhos. Ter dinheiro só por ter dinheiro não tem graça”, diz André Zara

Por André Zara, da Inversa Publicações

Olá.

Hoje, vou responder uma pergunta muito especial. Realmente, me emociona saber que a Inversa pode contribuir para o futuro de famílias inteiras e ajudar a realizar sonhos que ainda não foram nem sonhados.

Como eu te falei na minha última newsletter, eu me preocupo com os investimentos dos meus leitores e das pessoas à minha volta. Eu já falei aqui dos casos de como investir bem teve impacto na vida da minha namorada, sogra, mãe, irmã e amigos.

Inclusive, outro dia minha irmã “esquerdinha” me ligou e disse: “eu não quero parecer capitalista, mas ter um dinheiro guardado dá uma grande segurança. Inclusive, um investimento que você sugeriu acaba de vencer e usei o lucro para fazer umas coisas que eu estava precisando. O resto reinvesti”.

Eu digo e sempre repito: não é sobre o dinheiro, mas sobre como você pode usar a grana para atingir os seus sonhos. Ter dinheiro só por ter dinheiro não tem graça.

“Caro André, tenho um filho com 11 meses de vida, o Benjamin. Quando ele completou 1 mês de nascido, fui ao Banco do Brasil e fiz um plano de previdência privada em nome dele. Como ainda não tenho certeza se vale a pena continuar com o plano de previdência ou se é melhor aplicar os recursos em outro investimento para ele, tenho feito apenas aportes mensais mínimos, no valor de R$200. Minha dúvida: Vale a pena continuar com o plano de previdência ou você me sugere algo melhor?” – Myke

Myke, antes de tudo, parabéns! Desejo tudo de bom ao Benjamin. Posso te dizer que o primeiro passo, e mais importante, você já deu. O hábito de guardar dinheiro todo o mês para o seu filho vai permitir que ele tenha um futuro brilhante.

Antes de entrar na questão do plano de previdência, quero te mostrar que você pode fazer esse tipo de poupança usando diversos investimentos. Uma maneira bem interessante seria o Tesouro Direto.

E digo isso, pois estou pensando em dois pontos importantes: a segurança dos títulos públicos e a correção pelo IPCA (inflação). Sim, não devemos esquecer jamais que a inflação vai corroendo os ganhos ao longo dos anos.

Então, vamos ver uma simulação com Tesouro IPCA+ vencendo em 2035, data em que o o Benjamin terá uns 16 anos. Veja abaixo:

Fonte: Tesouro Nacional

Só com a soma dos seus aportes mensais você terá guardado R$ 37.600. Mas com o Tesouro IPCA você poderá resgatar líquidos R$ 60.965,92 mil. Na tabela você confere a simulação com Poupança, CDB, LCI/LCA e fundo DI.

Agora você já consegue dar um “chute” de quanto consegue nesses títulos, porque em um período tão longo, as taxas do Tesouro vão mudar. Na verdade, tudo pode mudar no Brasil em 15 anos. Por isso, gosto do investimento no Tesouro IPCA: você terá taxas diferentes, mas sempre terá ganhos acima da inflação.

Mas vamos olhar para a questão da previdência privada, que é um fundo de investimento. O que você tem que ficar atento é a rentabilidade passada. Isso não é garantia de retorno futuro, mas dá para ter uma ideia da performance do fundo ao longo dos anos, em comparação com índices como o CDI.

Fazendo uma busca aqui nos sites dos bancos, vejo sempre questões de tributação, PGBL/VGBL e taxas para os futuros contratantes. No entanto, a rentabilidade fica escondida.

E é aqui que mora o perigo: li recentemente uma pesquisa que mostra que os dez maiores fundos de previdência do Brasil rendem abaixo do CDI. Estamos falando de fundos oferecidos por Banco do Brasil, Bradesco e Itaú. O problema apontado é que todos são compostos integralmente por renda fixa.

Então, Myke, como você já contratou o plano de previdência, precisa dar uma olhada nos retornos do fundo em que está investindo. Se você tiver uma noção, avalie a composição da carteira, se realmente é só de renda fixa, que anda em baixa ultimamente. Com as informações da tabela acima, já dá para comparar.

A questão é que você pode estar fazendo com que o dinheiro guardado para o Benjamin seja menor do que poderia ser. Isso pode significar menos realizações no futuro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Por isso, dê uma olhada nessas questões. Lembre-se de que estamos falando do futuro: as taxas vão mudar e coisas vão acontecer na economia do Brasil. Mas se o fundo de previdência tiver regras muito estritas, pode significar ganhos menores.

Se você tem uma dúvida sobre investimento, envie para mim neste link. Espero responder em breve.

Um abraço,

Última atualização por Vitória Fernandes - 09/10/2019 - 14:23