Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Amazon lança cartão para consumidor com crédito ruim

Diana Cheng - 10/06/2019 - 17:21
A Amazon se juntou ao banco Synchrony Financial para o lançamento do “Amazon Credit Builder”, um programa que realiza empréstimos a consumidores sem histórico de crédito ou com crédito ruim (Imagem: Pixabay)

Com o intuito de atingir mais pessoas, a Amazon se juntou ao banco Synchrony Financial para o lançamento do “Amazon Credit Builder”, um programa que realiza empréstimos a consumidores sem histórico de crédito ou com crédito ruim.

“Sempre haverá pessoas para as quais não podemos conceder crédito – é uma grande parcela da população que até então não conseguíamos alcançar”, explica Tom Quindlen, vice-presidente executivo da Synchrony e CEO de operações de cartões de varejo do banco, em entrevista realizada por telefone para a CNBC. “É um novo segmento de mercado”.

Dados de uma pesquisa realizada pelo FICO Score em 2018 revelaram que mais de 11% da população norte-americana possuem crédito abaixo de 550, enquanto 4% têm entre 300 e 499, patamar considerado ruim.

O cartão possui as mesmas vantagens que o cartão Amazon Store, como 5% do valor retornado em compras (Imagem: Divulgação/Amazon)

O cartão possui as mesmas vantagens que o cartão Amazon Store, como 5% do valor retornado em compras. Segundo Quindlen, esses cartões que premiam o consumidor incentivam que eles usem a Amazon em vez de um meio alternativo, além de ajudar na construção da fidelidade dentro de sua base de clientes.

O programa também é destinado a auxiliar usuários com ferramentas e dicas sobre a construção do crédito. As pessoas que pediram empréstimo podem eventualmente “graduar” para o cartão de crédito não vigiado da Amazon uma vez que tenham demonstrado que conseguem devolver todo o valor do empréstimo. A taxa inicial é de 28,24%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Riscos

Sobre os riscos que podem vir com o lançamento do programa, Quindlen assegurou que a Amazon está mitigando essa situação com os cartões de crédito “seguros”. Por exemplo, o consumidor precisa depositar US$ 500 para ter um limite de crédito de mesmo valor.

“É colocar crédito nas mãos de pessoas de maneira responsável”, diz o executivo. Caso o cliente não seja aprovado para um cartão de crédito da Amazon, será oferecido a ele a aplicação do “Amazon Credit Builder”.

Última atualização por Vitória Fernandes - 10/06/2019 - 18:24