Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Amazon desbanca Apple e é a marca mais valiosa do mundo

Diana Cheng - 14/06/2019 - 18:03
Em relação ao ano anterior, a Amazon cresceu 52%, chegando ao valor de US$ 315,5 bilhões (Imagem: Pixabay)

O ranking BrandZ das 100 Marcas Globais Mais Valiosas de 2019, publicado pelas empresas Kantar e WPP na última terça-feira (11), elegeu a Amazon como a empresa com a maior valorização do mundo.

Dentre os motivos listados na pesquisa, aquisições inteligentes, bom serviços e capacidade de se manter à frente dos concorrentes caracterizaram a marca de Jeff Bezos. Em relação ao ano anterior, a Amazon cresceu 52%, chegando ao valor de US$ 315,5 bilhões.

“A reputação é o ativo mais valioso de uma empresa, e, sendo forte, protege o negócio em épocas de crise”, explica Eduardo Tomiya, managing director da Kantar Brasil.

Continua depois da publicidade

A Apple garantiu o segundo lugar, com US$ 309,5 bilhões. Em terceira colocação está o Google, com US$ 309 bilhões.

O e-commerce chinês Alibaba superou pela primeira vez a Tencent. A empresa cresceu 16% e atualmente vale US$ 131,2 bilhões.

Outras empresas também subiram. Netflix e Uber, segundo a Kantar, são exemplos da rápida mudança tecnológica demandada pelo consumidor.

“Estamos vendo uma mudança de marcas de produtos e serviços individuais para uma nova era de ecossistemas altamente disruptivos”, comenta David Roth, CEO da The Store WPP EMEA e Ásia e presidente do BrandZ. “As marcas precisam entender o valor que esse tipo de modelo pode criar e abraçar essa abordagem para ter sucesso no futuro”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Tendências

O estudo deste ano mostra que o luxo é a categoria que mais cresce (29%), seguida pelo varejo, com 25%.

Tecnologia, finanças e varejo têm representação de dois terços do valor total das marcas.

As marcas asiáticas estão garantindo seu espaço entre as gigantes. No ranking completo, 23 delas representam a região.

A geração GenZ vem adicionando mais valor ao ranking por ano de existência. 23 marcas aparecem no Top 100, com uma idade média de 16 anos.

As empresas também se mostram mais responsáveis. Iniciativas sociais, ambientais e corporativas têm se tornado cada vez mais comuns.

Última atualização por Vitória Fernandes - 14/06/2019 - 18:03