Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Aluguel de residências tem alta de 2% em 12 meses, mostra Índice FipeZap

Diana Cheng - 18/12/2018 - 6:05

O Índice FipeZap de Locação Residencial registrou em novembro uma queda no valor médio de locação de imóveis residenciais equivalente a -0,08%. A inflação medida pelo IPCA (IBGE) foi de -0,21%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Das 15 cidades submetidas a monitoramento, nove registraram alta no preço médio do aluguel no último mês, sendo as de maior destaque São Bernardo do Campo, com 1,37%, Distrito Federal, 0,57%, e Belo Horizonte, 0,47%. Entre os preços médios que caíram, Rio de Janeiro, Recife e Santos apresentaram os percentuais mais relevantes: -0,65%, -0,49% e -0,43%, respectivamente.

Sobre o acumulado parcial do ano, o preço médio de locação registrou alta de 1,94%, inferior à inflação oficial do mesmo período, de 4,33%. Rio de Janeiro, com -3,44%, Fortaleza, -2,72%, e Niterói, -1,92%, foram as únicas cidades que registraram queda. Das cidades que acumularam alta nominal de preço, vale mencionar São Bernardo do Campo, com 8,85%, Recife, 6,69%, e Curitiba, 5,68%.

A análise dos últimos 12 meses mostra que o índice acumula alta nominal de 2,03%, igualmente inferior à inflação medida pelo IPCA no mesmo período, de de 4,79%. As cidades que mais contribuíram para a alta do índice foram : São Bernardo do Campo, representando 8,44%, Recife, 6,87%, e Curitiba, 6,52%. Em compensação, os preços com maior queda nominal foram de Rio de Janeiro, Fortaleza e Niterói, que apresentaram, respectivamente, o -3,60%, -3,37% e -2,89%.

Em novembro, o preço médio do aluguel residencial foi de R$ 28,46/m². São Paulo teve o maior valor médio por m², de R$ 36,82. Rio de Janeiro e Distrito Federal vêm logo em seguida, apresentando valores de, respectivamente, R$ 30,11/m² e R$ 29,61/m². Os status de cidades com menor valor médio de locação ficaram para Fortaleza, com R$ 15,71/m², Goiânia, R$ 15,92/m², e Curitiba, R$ 18,07/m². A rentabilidade permaneceu estável, fechando o mês em 4,4%.

Última atualização por Gustavo Kahil - 17/12/2018 - 18:49