Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ágora, do Bradesco, indica as ações para lucrar com a volta do consumo

03/12/2019 - 18:08
Pão de Açúcar
Apetite maior: crescimento da economia e queda do desemprego favorecem empresas como o Pão de Açúcar, segundo a Ágora (Imagem: Gustavo Kahil/ Money Times)

A Ágora, corretora do Bradesco, reforçou sua confiança nas ações de empresas capazes de aproveitar o reaquecimento da economia. É o que indicam as alterações promovidas para a carteira recomendada para dezembro, em relatório assinado pelo analista José Cataldo e sua equipe.

Deixaram a carteira, a Aliansce (ALSO3), Eletrobras (ELET6) e a Tenda (TEND3). Em seu lugar, entraram a Iguatemi (IGTA3), Pão de Açúcar (PCAR4) e Trisul (TRIS3).

Segundo a Ágora, com exceção da Eletrobras, as demais trocas foram “pontuais” e refletem “movimentos estratégicos”, já que visaram a aproveitar empresas com melhor potencial de ganhos, dentro dos mesmos setores.

Sobre a Eletrobras, a Ágora afirma que sua exclusão se deve à necessidade de o Congresso aprovar sua privatização, já que esta é seu “principal gatilho”.

Para os analistas, o consumo das famílias crescerá no quarto trimestre, sustentado pela liberação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e pela queda na taxa básica de juros (Selic). “Neste sentido, um posicionamento no setor de shoppings nos parece interessante”, afirma o relatório.

A Ágora afirma que, entre as empresas do setor, a Iguatemi mostrou vendas “fortes” em outubro, sugerindo que a companhia ainda pode alcançar suas expectativas, se esse desempenho se mantiver.

Melhor do que a encomenda

O Pão de Açúcar também se beneficia da visão otimista da corretora sobre a retomada do mercado interno. “Os últimos resultados do Pão de Açúcar, no geral, vieram mais fortes do que esperávamos”, afirma a Ágora. Além disso, a empresa deve ser favorecida pela expansão do e-commerce e pela parceria com a RD, dona das redes farmacêuticas Raia e Drogasil.

Trisul
Estratégica: para a Ágora, valor das ações da Trisul ainda é atraente (Imagem: Trisul/Youtube)

A incorporadora Trisul é a escolha da Ágora para explorar a recuperação da construção civil, impulsionada pela queda de juros e por um aquecimento “mais consistente” nos segmentos de imóveis para a classe média e média alta.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

A Trisul conta, ainda, com um valuation “atraente”, segundo os analistas, e acelerou seu crescimento após a emissão de ações em setembro (follow-on).

Com as mudanças, as empresas diretamente ligadas ao consumo das famílias representam agora 40% da carteira de ações recomendadas pela Ágora. Confira as dicas para dezembro.

Última atualização por Márcio Juliboni - 03/12/2019 - 18:08