Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Agentes vêem frigoríficos com pouco mais folga nas compras, mas sem esvaziar firmeza da arroba

Giovanni Lorenzon - 08/10/2019 - 15:40
Boi ainda tem tendência de alta, mas os frigoríficos estão mais tranquilos

No aplicativo AgroBrazil há indicação de que o JBS de Nova Andradina (MS) pula um dia de abate, nesta quinta (9), mas não se sabe se é por causa da restrição de oferta na região ou porque tem menor necessidade. Em Barretos, o Minerva continua sem comprar boi, confortável com os contratos a termo, de acordo com informações do produtor Juca Alves. A tendência da @ deve permanecer em alta, mas as escalas dos frigoríficos andaram um pouco.

“Nas outras indústrias da região, o boi também ficou um pouco mais folgado, mas as novilhas reagiram”, diz Alves. Gustavo Resende Machado, da Agrifatto, concorda com escalas “ligeiramente mais confortáveis” para os grandes compradores, segundo apurado junto a seus clientes.

As indicações de balcão da Scot Consultoria e da Agrifatto sentiram estabilidade nesta terça (8), ao contrário dos negócios captados no AgroBrazil.

A primeira consultoria deu São Paulo com R$ 160,00 no ato e R$ 162,00 no prazo, livre de Funrural. A Agrifatto também, se alinhando no à vista e com mais R$ 2,00 no negócio a 30 dias.

O mercado praticamente já aliviou a pequena curva favorável do consumo doméstico, comum na época do pagamento, e agora a tendência é voltar ao esfriamento. Prevalecem as exportações, apesar do recuo em setembro.

Mantida a tendência dos primeiros dias úteis de outubro, o mês compensará a perda do mês anterior.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

 

Leia mais sobre: Agronegócio, Boi Gordo, pecuária

Última atualização por Diana Cheng - 08/10/2019 - 16:05