Informação independente faz a diferença

Ações da Cesp sobem na B3; analista vê incertezas sobre privatização

As ações da estatal paulista de energia Cesp avançam nesta quarta-feira (11) na Bolsa brasileira (B3), contrariando o desempenho negativo do Ibovespa. Investidores digerem a notícia de que a União avalia permitir que a Cesp renove concessões de usinas em um novo modelo de privatização.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

De acordo com apuração do Valor, desta vez a venda da Cesp incluiria a concessão da sua principal usina, a hidrelétrica de Porto Primavera, que teria seu contrato renovado por mais 20 anos antes da privatização. O novo leilão, conforme o jornal, deve ocorrer apenas no primeiro semestre de 2018 - o governo paulista suspendeu o certame originalmente marcado para 26 de setembro.

“Embora positiva, a concretização deste imbróglio continuará permeada de muita incerteza, sendo que o próprio consenso entre União e o governo de São Paulo não é garantido. Assim, mantemos nossa visão cautelosa sobre as ações da Cesp e não recomendamos exposição à companhia principalmente pela baixa visibilidade em relação ao desfecho da privatização”, interpreta a analista do Santander Carolina Carneiro, em relatório enviado a clientes.

Nesta tarde na B3, os papéis preferenciais classe B da Cesp (CESP6) exibiam alta de 2,78%, cotados a R$ 14,44. Em contrapartida, o Ibovespa perdia 0,36%, aos 76.622 pontos.


 

Últimas Notícias