Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ações da B3 operam com ganhos de mais de 1% na bolsa

Investing.com Brasil - 22/02/2019 - 11:30

Por Investing.com

Depois de encerrar o quarto trimestre de 2018 com lucro líquido de 583 milhões de reais, um aumento de 13 por cento ante igual período de 2017, as ações da B3 operam com valorização de 1,14% a R$ 32,71.

Veja como você pode se juntar ao Clube dos 5 Milhões de Reais, guiados por um especialista do mercado financeiro

O forte aumento dos volumes de negócios nos segmentos Bovespa e BM&F no volátil período das eleições impulsionou as receitas da B3 no quarto trimestre. Já o lucro recorrente cresceu 12,5 por cento ano a ano, para 715 milhões de reais.

O resultado operacional da companhia medido pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) recorrente foi de 913,7 milhões de reais entre outubro e dezembro, um salto de 35,8 por cento na comparação anual.

A receita líquida da B3 subiu 27,1 por cento ano a ano, para 1,3 bilhão de reais, impulsionada por aumento de 27,4 por cento e de 49,7 por cento dos volumes de negócios nos segmentos BM&F e Bovespa, respectivamente.

A Suno Research avaliou que os resultados da B3 agradaram e que a companhia pode ser muito beneficiada com a atual queda da taxa de juros no Brasil, visto que induz muitos investidores a migrarem da renda fixa para a variável, o que pode ocasionar uma dinâmica positiva de oferta e demanda nas transações operacionais da companhia.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A equipe destaca que os aumentos do número de investidores ativos, além dos aumentos graduais e históricos do índice Ibovespa nos últimos meses, reforçam ainda mais essa tese que o mercado de renda variável irá continuar seguindo uma sequência de alta em suas negociações no médio prazo.

Para eles, conforme a atual dívida da companhia for sendo “digerida”, a B3, que tem potencial para ser uma mercadosexcelente empresa em termos de geração de caixa, possa em algum momento vir a converter essa geração de caixa em dividendos para seus acionistas.

Leia mais sobre: Ações, Mercados, Resultados

Última atualização por Bruno Andrade - 22/02/2019 - 11:30