Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ação da CPFL pode concorrer de “igual para igual” com Equatorial e Energisa, aponta Bradesco

Renan Dantas - 22/07/2019 - 21:58
Os analistas ponderam que as fusões e aquisições podem ser uma boa oportunidade para CPFL (Imagem: Wikimedia Commons)

A Bradesco Corretora retomou a cobertura das ações da CPFL Energia (CPFE3), terceira maior geradora privada de energia do Brasil, com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 40 por ação, informou a corretora em relatório publicado nesta sexta-feira (22).

“O valuation é atraente e baseado em fundamentos. A CPFL estará entre os destaques do setor, pois verifica todas condições necessárias para continuar entregando métricas regulatórias”, destaca os analistas Francisco Navarrete e Ricardo França.

O documento também informa que a empresa pode concorrer com outros ativos de seu setor, como Equatorial (EQTL3) e Energisa (ENGI11), que ganharam uma grande parcela das carteiras de investidores, especialmente após a mudança de controle da CPFL.

O retorno via dividendos estimado é próximo a 5%, o que é atrativo em um cenário de juros baixos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Por fim, os analistas ponderam que as fusões e aquisições podem ser uma boa oportunidade para CPFL. “Entre potencias M&A (fusão e aquisição), a distribuidora controlada pelo estado do Rio Grande do Sul, CEEE, lidera a lista, uma vez que há um planejamento para vendê-la no final de 2020. Outra possível M&A é a Cemig (CMIG4), uma vez que esperamos que Minas Gerais venda em 2020/21, como parte do acordo para refinanciar a dívida com o governo federal”.

Última atualização por Gustavo Kahil - 22/07/2019 - 22:04