Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

“A lei é clara”: Trump não pode me demitir, diz presidente do Federal Reserve

Valter Outeiro da Silveira - 11/03/2019 - 8:54
Powell
Chairman do Fed recebe críticas constantes do presidente Donald Trump

Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, afirmou em entrevista no programa “60 Minutos” da CBS que não pode ser demitido pelo presidente dos EUA Donald Trump, em meio a sucessivas pressões da Casa Branca sobre a autoridade monetária, principalmente em dezembro último.

Opinião Money Times: Fed tem bala na agulha e sabe atirar

“A lei é clara e eu tenho um mandato de quatro anos, e eu pretendo servir plenamente”, disparou o chairman do Fed. Ao ser questionado diretamente sobre a possibilidade de que Trump poderia o demitir, Powell foi enfático: “não”.

Fed deve elevar juro básico pelo menos uma vez em 2019, diz Goldman Sachs

Powell foi nomeado por Trump para dar continuidade à estabilização monetária iniciada por Janet Yellen em dezembro de 2015, e sofre críticas constantes via Twitter do presidente norte-americano de que a alta da Fed Funds Rate comprometeria o crescimento da economia.

Independência sem politicagem

O chairman do Federal Reserve ainda ressaltou a força da economia norte-americana em relação aos outros países do glob, destacando que “não há razão para a economia não manter seu ritmo de expansão”.

Se quer entrar na bolsa, é melhor que veja estas ações antes..

Por fim, Powell afirmou trabalhar pela sociedade como um todo, e não para políticos. “Somos direcionados a executar políticas de maneira estritamente apolítica, atendendo a todos norte-americanos, e é isso que fazemos”, declarou. “Somos independentes nesse sentido”.

EUA: Associação de economistas alerta para risco de recessão em 2020; veja documento

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 11/03/2019 - 8:55