Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

5 principais surpresas (e decepções) da temporada de balanços, segundo o BTG

Investing.com Brasil - 22/07/2019 - 10:43
B3 Mercados
Analistas destacam principais resultados temporada (Imagem: Patricia Monteiro/Bloomberg)

Por Investing.com

Se a temporada de balanço já movimenta o mercado acionário dos EUA, os investidores brasileiros começarão a receber o resultado das empresas listadas na Bolsa do segundo trimestre de 2019 a partir da próxima terça-feira (23), com a divulgação dos números de Cielo (CIEL3) e Santander Brasil (SANB11).

O período é uma oportunidade para investidores ganhar com surpresas, ou seja, com empresas apresentando resultados acima das expectativas do mercado.

Embraer

Para a equipe de analistas do BTG Pactual (BPAC11), a Embraer (EMBR3) desponta como a maior surpresa desta temporada. O banco estima uma receita líquida 320% maior do que o projetado pela média do mercado para a fabricante de aeronaves. A equipe do BTG projeta uma receita líquida de R$ 73 milhões, enquanto a média das projeções do mercado apontam prejuízo líquido de R$ 33 milhões.

Já o Burger King (BKBR3) deve ser a maior decepção para o BTG, que estima uma receita líquida 64% menor do que o consenso. A estimativa de receita líquida da rede de fast-food é de R$ 9 milhões para o BTG, enquanto o mercado espera uma entrada líquida de R$ 25 milhões.

As projeções são de acordo com as estimativas de 96 empresas que são monitoradas pela equipe do banco e enviadas a seus clientes. Além disso, as projeções do banco são acompanhadas com uma comparação da estimativa média do mercado para 77 companhias, que foram compiladas pela Bloomberg.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

No geral, o BTG calcula que 38 ações terão resultado acima do consenso, enquanto em 39 predomina o pessimismo. Veja abaixo as 5 maiores surpresas e as 5 maiores decepção para o BTG nesta temporada de balanço.

Surpresas – por receita líquida

1) Embraer (EMBR3): BTG (R$ 73 milhões); Mercado (-R$ 33 milhões); Diferencial (320%)

2) Gol (GOLL4): BTG (R$ 27 milhões); Mercado (-R$ 21 milhões); Diferencial (228%)

3) BRF (BRFS3): BTG (R$ 108 milhões); Mercado (-R$ 207 milhões); Diferencial (152%)

4) Cesp (CESP6): BTG (R$ 106 milhões); Mercado (R$ 49 milhões); Diferencial (115%)

5) Bradesco (BBDC4): BTG (R$ 6,4 bilhões); Mercado (R$ 3 bilhões); Diferencial (113%)

Decepções – por receita líquida

1) Burger King (BKBR3): BTG (R$ 9 milhões); Mercado (R$ 25 milhões); Diferencial (64%)

2) Duratex (DTEX3): BTG (R$ 16 milhões); Mercado (R$ 35 milhões); Diferencial (54%)

3) SLC Agrícola (SLCE3): BTG (R$ 47 milhões); Mercado (R$ 101 milhões); Diferencial (54%)

4) B2W (BTOW3): BTG (-R$ 130 milhões); Mercado (-R$ 85 milhões); Diferencial (53%)

5) Equatorial (EQTL3): BTG (R$ 156 milhões); Mercado (R$ 297 milhões); Diferencial (48%)

Última atualização por Gustavo Kahil - 22/07/2019 - 13:52